quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Audiovisual - Movimento Passe Livre

Filmes

Amanhã Vai Ser Maior  (SARCASTiCOcomBR, 2005) é um documentário gravado no ano de 2005, durante a segunda Revolta da Catraca em Florianópolis, quando a população se organizou, saiu às ruas e, após um mês de mobilizações, conseguiu derrubar pela segunda vez um aumento na tarifa do ônibus.

Revolta do Buzu (Carlos Pronzato, 2003). Documentário registra cenas da Revolta do Buzú, mobilização de imensas vivida na cidade de Salvador em 2003. Durante quase um mês, pelo menos 20 mil jovens tomaram as ruas da cidade para exigir a revogação do aumento da tarifa, de forma descentralizada e espontânea. O filme mostra como as entidades estudantis tomaram a frente do movimento do qual não faziam parte, e colocaram fim à luta negociando com a Prefeitura pautas completamente alheias aos manifestantes.

Impasse (Doc Dois, 2010) é um documentário sobre as lutas por transporte público em Florianópolis, centrado nas manifestações contra o aumento da tarifa de 2010, mas também resgatando o histórico do MPL na cidade desde as Revoltas da Catraca de 2004 e 2005. O filme conta com cenas jamais exibidas na TV, entre elas flagrantes da violência policial, entrevistas com as autoridades da cidade, empresários, manifestantes e usuários do transporte coletivo.

Saída de Emergência (Leonel Casmão, 2007), documentário produzido pelos companheiros de Joinville discute a organização e o funcionamento do sistema de transporte coletivo, confrontando as propostas dos usuários e movimentos com a dos empresários de transporte.


Entrevista com Lúcio Gregori (Doc Dois, 2010), versão completa da entrevista gravada para o documentário Impasse. Lúcio Gregori, ex-Secretário de Transportes de São Paulo durante a gestão Erundina, explica com detalhes nesse filme o projeto da Tarifa Zero e da municipalização do sistema de transporte coletivo.

Palestra de Lúcio Gregori no Fórum de Transportes da Zona Sul (2011). Filme registra uma fala sobre Tarifa Zero feita pelo Lúcio Gregori, ex-Secretário de Transportes de São Paulo, em atividade realizada pelo MPL-SP no Fórum de Transportes de Santo Amaro, espaço de debate que reúne mensalmente militantes de fóruns de transportes organizados em bairros de toda zona sul de São Paulo.

Debate “Tarifa Zero: realidade possível” (Passa Palavra, 2012). Registro de debate realizado pelo MPL-SP junto ao CEUPES para a Campanha Tarifa Zero, na USP. Na mesa, Vladmir Safatle (professor de Filosofia da USP), Raquel Rolnik (urbanista da FAU-USP e relatora da ONU), Lúcio Gregori (ex-secretário de transportes de São Paulo) e Dayse (militante do MPL-SP).

Lúcio Gregori explica a Tarifa Zero (MPL-DF, 2008) em entrevista realizada pelo Paíque, militante do MPL Distrito Federal.


Teses contra a Tarifa Zero (Servos da Catraca, 2012). Vídeo realizado pelo grupo de teatro Servos da Catraca em parceria com o Grêmio Estudantil Bertold Brecht (ETEC São Paulo) e com o MPL-SP, no qual o Barão Catraca – o dono dos ônibus e das catracas – nega aos usuários a viabilidade da Tarifa Zero e defende o Vale-Transporte.

Ônibus Gratuito em Porto Real (TV Bandeirantes, 2011).  Reportagem apresenta a implementação da Tarifa Zero no sistema de transportes de Porto Real, cidade no Rio de Janeiro.

O Disturbio Está Só Começando (CMI-DF, 2005) Documentário realizado pelo coletivo do Centro de Mídia Independente do Distrito Federal junto ao cineasta Carlos Pronzato retrata as cenas iniciais da primeira grande jornada de luta travada pelo Movimento Passe Livre no DF, contra o aumento das passagens e exigindo o passe-livre estudantil.


O Distúrbio Já Começou (CMI-DF, 2006) Filme retrata a ocupação da antiga sede da DFtrans na rodoviária pelo MPL DF depois do anúncio do aumento de tarifas. o aumento previsto para aquele julho foi cancelado, acontecendo somente em 1° de janeiro de 2006, época de férias e desmobilização estudantil.


Teenage Riot – São Paulo (Vice, 2013). Documentário feito pela Revista Vice, de circulação internacional, sobre a luta do MPL no Brasil. Em 2011, os repórteres da Vice acompanharam o MPL São Paulo nas mobilizações do dia 26 de outubro – dia nacional de luta por transporte público -, realizadas no Centro e no Jardim Ângela.  Às vésperas da eleição, os atos tinham como mote a ideia de que  ”só a luta muda o transporte”. A manifestação no Centro foi violentamente reprimida pelos seguranças do Metrô Sé com apoio da Polícia Militar depois que os manifestantes tentaram pular as catracas da estação.

Dias de Dissídio (Lucas Finkler, 2013). Encabeçada pelo Bloco de Luta por Transporte, a população de Porto Alegre tomou as ruas da cidade em 2013 para exigir a redução do preço da passagem, que subira de R$2,85 para R$3,05. Após marchas e repressão policial, o povo saiu vitorioso e a prefeitura revogou o aumento. O filme “Dias de Dissídio” entrevista militantes autônomos do Bloco e também membros do Sindicato dos Motoristas Rodoviários, com quem os manifestantes forjaram uma sólida aliança.

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário